Minha mais recente rotina de beleza

Por Samara Soriano, .
Minha mais recente rotina de beleza 10
Eu não sou muito adepta a intervenções estéticas, mas procuro não ser tão taxativa. A verdade é que equilíbrio é o segredo para tudo, então adotei novos hábitos pra diminuir as chances de optar por medidas invasivas. Tenho um jeito romântico de olhar para as coisas e vejo na marca do tempo muita beleza! Não quero, portanto, apagar seus vestígios, mas preparar terreno para que se desenhe da melhor maneira possível.
Continuar lendo

Carta para o Rio

Por Nina Murtinho, .
Carta para o Rio 1
Semana passada assisti a um documentário em que no final uma das personagens dizia “eu achava que os problemas passariam, mas o que passou mesmo foi o tempo.” Um tempo que não volta atrás, entende? Há uma sensação de que lugar nenhum no mundo vá te substituir. Mas a verdade é que tenho medo de te perder com o tempo. Porque tenho encontrado a felicidade pelo meu caminho e fica a dúvida se daqui há uns anos eu possa te escrever diferente. Ou eu pouse aí de volta. Quem sabe.
Continuar lendo

Carta a um Amor Regressivo

Por Alan D Braga, .
Rascunho automático 6
Assim como naquela noite quente, nessa tocava samba. É como o senhor diz: nenhuma trilha sonora combina mais com essa cidade do que o samba. Porque aqui não é só o povo que parece caminhar na cadência, mas o bondinho, a curva, o morro, a árvore, a areia, o mar, tudo harmoniza no mesmo ritmo. No samba, o organismo transpira. E nesse compasso, em meio a muita cerveja e muitas saias leves em movimento, enquanto eu pensava cada vez mais no encontro de vocês, a visão congelou na beleza mais destoante do salão: de calça rasgada, camiseta preta, cabelo de um vermelho impossível, Carolina era a única que não dançava. Apesar do som ou da temperatura, entre goladas e risadas, ela parecia se divertir com as presenças, as conversas. E por mais que a minha vinda tivesse o propósito claro de capturar a essência da cidade, o coração preferiu aportar em uma baía indiferente ao mar. Carolina parecia ser tudo, menos carioca.
Continuar lendo

Comer Consciente

Por Marina Capella e Thamires Mota, .
Rascunho automático 5
Reconectar corpo e mente não é fácil, mas perceber e respeitar os sinais que o corpo envia, como fome e saciedade, torna possível fazer melhores escolhas que nos levarão a uma vida mais leve e saudável.
Continuar lendo

Nutrição Emocional

Por Samara Soriano, .
Nutrição Emocional
Guardo na memória os almoços de domingo que a minha avó preparava para toda a família. Era sempre macarrão com carne assada. E se fechar os olhos, ainda sinto na boca a textura inigualável do bolinho de carne que ela fazia, que nem minha mãe ou minha tia conseguem imitar porque não é questão de receita. Lembro também da cocada e do “bolo de nada” com cobertura de limão. Tão simplinho e tão dela. Me lembro da sopa de feijão com temperinhos mil – minha irmã conta que esta era a solução da vovó pra estender o feijão quando o mês ficava mais apertado. E tenho especial saudade dos lanches da tarde com pizza de forno de sardinha, pasteis de queijo minas, pudim de pão e, claro, do suco de groselha do vovô. Que xarope! rsss
Continuar lendo